Thursday, 29 October 2009

O que mais me lixa é serem mal-educadas

Fui ver uma pessoa ao hospital.
Procurei o nome da pessoa e dirigi-me à respectiva enfermaria. Tinha a porta encostada. Aproximei-me, abri a porta e deparei-me com duas auxiliares a lavar uma paciente. A auxiliar fez-me uma cara feia e começou a disparatar comigo em altos berros:

- Agora não, a porta estava encostada por alguma razão!

Pedi desculpa e saí envergonhada. Mas depois pus-me a pensar. Mas que raio, eu não ia adivinhar que, quando encostam a porta das enfermarias, significa que estão a lavar alguém lá dentro! Sabia lá eu se as portas costumam estar abertas ou fechadas? Ainda por cima era o horário de visitas, o que significa que é normal que apareçam visitas. E já agora, cada enfermaria tem 4 pessoas, e cada cama tem uma cortina para os doentes poderem ter privacidade em caso desses, por isso podiam muito bem fechar a cortina enquanto davam banho à senhora. Assim as outras doentes também escusavam de estar a assistir.

Para mim foram estúpidas. Podiam muito bem, pelo menos, ter explicado com bons modos que não podia estar ali.

31 comments:

Barbie Boy said...

Sabes... A inteligência não é algo que se possa adquirir. Depois essas auxiliares devem já estar apanhadas pela máquina estadual. Depois não podemos troçar dos funcionários publicos...

Odalisca said...

Haja paciencia!

Ana M. said...

a lavar uma paciente em horário de visitas?

Detesto as auxiliares dos hospitais pois tem a mania.

suspiro de baunilha said...

É como tudo, há pessoas que precisavam de um curso de boas maneiras ;)

Malinha viajante said...

Nos hospitais encontramos esses extremos: pessoas muito bem-educadas e muito mal-educadas!

Aninhas said...

Há pessoas nos Hospitais que não sabem falar como deve ser...

Uma vez fui com a minha mão ao hospitaol pois ela estava com muitas dores de cabeçe e cervical.

1º - Não pude entrar com ela, tive que ficar na sala de espera. (ainda bastante tempo e estava nas urgências)

2º - A minha mãe veio cá fora dizer que já tinha feito os exames, mas que tinha que esperar pelo resultado que sairia dentro de 45 minutos (+ ou -). Voltou para dentro e eu esperei na sala. Passa 1h, 1h30, 2h e nem sinal dela. Fui à recepção pedir informações, explicando que ela já tinha feito os exames e tal. Disseram para preencher um papel (com o nome da paciente, parentesco e tal)... Preenchi!
O sr. chama-me e diz assim com um tom altivo e mal educado: "quem é que lhe disse que a sua mãe já fez os exames?"

Eu como não gostei daquele tom e como tava preocupada com a demora só lhe respondi: "Olhe, foi a minha mãe. Ela está com dores mas ainda sabe o que faz."

Lá foi o homem lá dentro ver. Volta e diz, já com um tom de voz mais amável: "Olhe, ela está bem. Já fez os exames, só que a informação ainda não estava no sistema. Vá lá dentro vê-la."

Bjx

Lia said...

por acaso... olha, eu no domingo passei 3 horas a sangrar à espera que me cozessem a cabeça, por isso já espero de tudo...

Su said...

Eu também não tenho boas experiências com as pessoas dos hospitais. Acho que de tanto lidarem com pessoas acabam por criar barreiras - talvez para se escudarem de certas situações - que os tornam mais antipáticos e até um pouco mal educados.
Enfim...

tatanita said...

Pois é, maior parte das vezes os doentes em hospitais públicos são mt mal tratados por auxiliares, enfermeiros, e até médicos, não são todos (espero eu) mas a maior parte. Tenho uma amiga que teve bebé à pouco tempo, e quando estava no parto a puxar ca pra fora tudo o que tinha (foi um parto complicado)... a enfermeira lhe disse: "Para o fazer não lhe custou!!"
Ora... o que é que a enfermeira precisava??!!?! Um belo par de estaladões para aprender!!!

Enfim...

Indecisa said...

infelizmente é o que mais acontece.
bjinhoo
*

Me said...

A "culpa" não foi de todo tua! É efectivamente um comportamento estranho... das duas uma, ou pedem às visitas para não entrar, ou então, fecham cortinas...

ADEK said...

É sempre inteligente, escolher a hora de visitas para dar banho...

Bela Adormecida said...

Tens toda a razão! Nos hospitais deveria de haver um curso intensivo de boas maneiras.
Beijo

Poetic GIRL - BELA said...

Não tinham que te falar assim, quer dizer não adivinhas não é?Deve haver horários para fazer essas coisas... e não na hora das visitas... bjs

bono_poetry said...

Eu acho que tiveste azar,normalmente o pessoal hospitalar vive sobre stress e sao brutos devido as contingencias do trabalho de saude e o outro com com o publico que utiliza as mesmas instalacoes,presumo que provavelmente estavam num momento de alguma dificuldade,e uma forma de extravasar por vezes,acredita que normalmente notam o seu comportamento e desculpam-se sem os ouvires...

Diaboderoupacurta said...

Elas além de mal educadas são burras! Porque se queriam estar a levar a idosa tinham fechado a porta. Porque uma porta encostada não demonstra um grande "segredo" pelo que se está a fazer lá dentro lol Mas elas têm a mania que são espertas e põe-se a tratar assim as pessoas.

Brown Eyes said...

Não penses mais nisso. Esquece. Está feito, não há maneira de voltares atrás.Para a próxima já sabes com o que podes contar e já baterás à porta. O pessoal de enfermagem e auxiliares nem sempre andam com a disposição mais apropriada. As palavras e tom de voz nem sempre é o adequado.
BJS

Cat said...

Pois, é triste mas é verdade. A maioria dos doentes é lavado (ou outros procedimentos que o expõem) sem o mínimo cuidado de puxar a cortina da cama e, muitas vezes, nem a porta do quarto =/

fd said...

Já ouviste falar em "bater à porta?" :)

Patrícia said...

Ui, tocaste num assunto brutal. Nem calculas como são as auxiliares dos hospitais. Em 1000, 1 é acessível. Ou seja, bem educada e prestável.

Nês said...

Também não gosto nada de pessoas assim, costuma-me acontecer mais frequentemente nos serviços públicos, essa gentinha devia de pensar melhor nas suas atitudes.
Bjnhoo acontece a todos

Oscar Tomé said...

nos hospitais acontece cada coisa... claro que toda a gente que ve uma porta encostada imagina logo que significa para nao entrar, que pouco inteligentes que nos somos. obviamente as auxiliares estao por cima das nossas inteligencias...

Silvia said...

Infelizmente as pessoas, principalmente as que trabalham no hospital, são muito mal educadas.
Perdem a paciencia por tudo e por nada, e nós é que pagamos --'

Gostei tanto do teu Blog que vou segui-lo (:
Beijinhos

мα∂αℓєηα said...

Há enfermeiras assim :(

japanese lollipop said...

Bem, quanta agressividade.
Há que ter em atenção que essas pessoas tratam de outras pessoas. Acho que assim, começam a afugentar os doentes.

formiga said...

acho que isso é uma coisa que afecta a grande maioria de auxiliares. são na maioria umas antipaticas de primeira e descarregam em quem não tem a culpa. Se não gostam do que fazem, mudem de emprego!!!

beijinhos

Petra Pink said...

por acaso nunca tive um azar em hospitais, mas sei que ha gente mt mal formada e muitas vezes antipática.
em fim culpas do sistema não considero totalmente das pessoas que agem de forma nenos correcta

Tony Madureira said...

De facto...

Julieta said...

O que é pior é que estas situações parecem cada vez mais normais, infelizmente.

Galo said...

Ai mãe, essa gente parece que escolhe bem em quem malhar.
Só de ler isto até me estão a subir os "azeites".
E tu és alguma palerminha que não sabes responder e pôr essas gajas no lugar delas?
Nem que eu ficasse à porta, depois da visita, mas isso não ficava sem uma descascas que as burras haviam de pedir desculpas e sair dali de rabo entre as pernas. Ó se haviam!

Nós, quando temos razão, não devemos ficar calados e encolhidos.
Já diz o ditado (acho que não é um ditado, é uma anedota eheheh): quanto mais a burra se encolhia, mais o burro lho metia.
Eheheh

Beijinho

Garras said...

nao vou partir em defesa de todos os funcionarios de saude de portugal mas apenas do que conheço.
Ha pessoas complicadas, mas no entanto tb ha boas pessoas la no meio...so que aquilo é tao mau que acabam por ser apanhados "pelo sistema".

ten de se compreender que os auxiliares e enfermeiros sao os "fudid**" no meio do sistema de saude.
as pessoas e familiares querem saber tudo e por vezes sao maus para os enfermeiros, por outro lado, os enfermeiros levam dos dois lados porque tb tem os medicos (que diga-se de passagem nao fazem um CU o dia inteiro) que actuam como se os enfermeiros fossem seus empregados.

Desculpa a extençao do comentario, mas por vezes, quem nao esteve la dentro, nao faz a minima ideia do que se passa.

boa tarde
beijocas e arranhoes :P