Saturday, 31 October 2009

Abençoada luz que me passou pelo cérebro em arranjar um copo com água e açúcar!

Há certas ocasiões que me sinto estúpida porque não sei o que fazer.

Ver uma colega aflita em pânico e a tremer de nervosa com medo que possa ter acontecido alguma coisa à filha pequena deixa-me sem saber o que dizer, ou que fazer para acalmá-la.

O pior é que também fico nervosa, e quando estou nervosa só me dá para chorar ou pior, para rir!
Estão a imaginar? Ela que nem se consegue mexer tal é a aflição e eu nervosa com aquilo tudo, desmancho-me a rir...
Isso não ajuda nada.

26 comments:

Jane Campbell said...

há quem seja assim, eu também começo a tremer quando me acontecesem coisas do género. Parece que estou a sofrer tanto ou mais que a pessoa que está mal.
Beijinhos

Storyteller said...

Não ajuda, não!
Respira fundo, conta até 100 se for preciso e vai ter com ela. dá-lhe a mão.
Às vezes sentir a mão de outra pessoa a apertar a nossa é suficiente para aliviar um pouquinho a ansiedade.
Força!

Silvia said...

~Isso é natural acontecer, por mais embarasoso que seja.


Bom fim de semana *

japanese lollipop said...

O sistema nervoso é tramado, prega-nos partidas bem masinhas.

Fatucha said...

Nem sempre é facil lidar com situações de emergencia...mas sim o copo de agua com açucar é sempre uma boa ideia!

Oscar Tomé said...

desculpa mas a mulher deve ter pensado muito mal de ti... rir em ocasiões de pânico alheio deve ser muito mau...

Odalisca said...

:S

Brown Eyes said...

Não és a única que ri com os nervos. Há mais. Nem todos agimos da mesma maneira. As quedas então, até as minhas, fazem-me rir às gargalhadas e é difícil parar.

Nicole said...

então és tal e qual como eu. De há uns anos para cá descobri essa minha capacidade de também rir nas situação menos próprias.

Sei que é chatíssimo para os outros, mas é mais forte que eu.

A ultima foi uma amiga espetar com a cabeça no bico de uma porta, ela aflita e eu ria que nem uma perdida.E nem consegui dizer/fazer praticamente nada tal era a vontade de rir ...

Lia said...

eu tb me desmancho a rir qd acontece alguma desgraça...não é por mal, é dos nervos. Mas explicar isso ás pessoas?

Shakti said...

Não ajuda mesmo...

bj

maria teresa said...

Não ajuda nadinha, tem razão, está na altura de aprender a colaborar

Andre Martin said...

O nervosismo se manifesta de muitas formas em diferentes pessoas.
Saber dominar o medo é uma coisa. Há muitas receitas e fórmulas práticas que funcionam.
Mas já o pânico... este nos domina a seu modo.

P' said...

Quando estou nervosa tambám me dá vontade de rir.

*Sininho* said...

Eu tenho esse mesmo problema! Em situações de tensão, dá-me para rir de nervoso!!
Péssimo!

Barbie Boy said...

Ola conheço alguém assim igualzinha ti...Rsss... Começo a desconfiar que é um problema hormonal.

opinião própria said...

Só mesmo para rir... Ou será para chorar ?

Galo said...

Que gracinha... dá-me vontade de "espancar" essas pessoas eheheh. Em vez de ajudarem, riem-se que nem tolinhas. A sorte é que esse mal vai passando com a idade.
Eheheheh

Beijo

David said...

"ha ha ha ha ha"

"de que tanto te ris?"

"a maria ta a ter um ataque cardiaco ali na sala ha ha ha"

Diaboderoupacurta said...

Eu sou mais ou menos parecida lol Ainda me lembro de quando tive que dar a noticia a uma amiga minha, sobre a morte da sua tia...Fiz um esforço para não me rir enquanto falava com ela, mas depois...chorei com ela! lol Os nervos ultrapassam-me :S

мα∂αℓєηα said...

Acontece....é chato, mas mt difícil de controlar :

Garras said...

Rir é bom...mesmo que aparente ser uma mà opcao.
Pode nao acontecer com toda gente...mas eu, mais depressa oico uma pessoa que esta a rir do que outra com ar mt serio e preocupado....
se calhar ando enganado! lolol

boa tarde

the bloom girl said...

Olha somos duas. Uma vez deu-me um ataque de riso num funeral. E ainda hoje quando me lembro, fico com vergonha.

Hyndra said...

Rir??? lolol
Ficava melhor se te tivesse dado para chorar...

Anuska said...

Ai Jesus deixa lá às vezes também me acontece...e depois não consigo parar de rir até que começo a chorar desenfreadamente. São coisas que não se controlam.

LopesCa said...

Acontece
Arranja uma fórmula como essa do copo com água que resulte e tenta seguir sempre disfarças ;)