Tuesday, 14 April 2009

Ela às vezes não se lembra quem eu sou, mas eu gosto muito dela.
Ela tem alzeimer, mas eu gosto muito dela.
Ela olha para o espelho e fala com o reflexo... "Você conhece-me? Eu acho que a conheço a si. Você é mesmo parecida com a minha avó!"

23 comments:

Alice in Neverland said...

os avós têm esse poder ... mas doi tanto ve-los assim ,despedirmos-nos deles....

Storyteller said...

E ver os pais a começarem assim também é duro, acreditem! Muito duro!

malditovivant said...

Meu Maior medo não é ficar velho mas sim não saber mais quem eu sou....

ZaniNE said...

Eu sei que é difícil, assisti a isso e custa mesmo muito. Custa principalmente conseguirmos admitir que não podemos fazer nada para ajudar. Força!

Beijoquinha.

korrosiva said...

Deve ser tristissimo :(
Animo

beijinhoss

The Stiletto Effect said...

Eu já não tenho a minha avó comigo (foi uma dor imansa quando a perdi), mas a vida é mesmo assim...
Quem me dera que ela ainda estivesse viva!
Ela pode não se lembrar de ti, mas tu sabes quem ela é, ainda a tens... aproveita!
Jinhos
Su

The Stiletto Effect said...

Eu comprei a série pela Amazon, mas estava ou ainda está (não sei bem) a passar na MTV!
É fixe e divertida, mas um pouco alternativa! Eu gosto muito.
Jinhos

Blossom said...

Nunca tive avós [uma morreu antes de nascer, a outra, mal me lembro dela, mas ambas morreram de cancro] mas imagino o amor que sentes pela tua. Apesar das dificuldades, o amor é mais forte que tudo!

Bjs

Karlytus said...

deves ter visto "o diário da nossa paixão"..

guardamos mto sofrimento dentro de nós e por vezes gostariamos de n ter memória, mas se isso acontece n é nada bom.. pq somos fruto de tudo o q vivemos..

um abracinho.. força!

* Mary said...

Os nossos avós são sempre uns queridos mesmo não se lembrando de nós!

Bjinhus*

Lactrodectus Mactans said...

Uma pergunta que não tem nada a haver com o post:

Esses olhos são mesmo teus?

Lactrodectus Mactans said...

Sobre os olhos:

Não...

Lactrodectus Mactans said...

Sobre os olhos:

Tipo..foi uma pergunta assim sem jeito né verdade? Sim foi. Devem ser suponho...apenas perguntei porque "prontes" são giros...

Lactrodectus Mactans said...

Sobre os olhos:

Ok, brigada*

New Radical said...

É realmente triste mas deve servir para valorizar o dia a dia da nossa vida pois é para onde caminhamos, daí eu viver todos os dias como se fossem o último.

Kiss for you

Just Me...S said...

A minha faleceu com 99 anos e tb já não me conhecia. Não sei o que será melhor...ir para o outro lado ou viver sem qualquer consciência do que os rodeia.

Doce beijo

Shakti said...

Avó é sempre avó ...dizem que é uma mãe a dobrar...

bj

Lu.a said...

Que horror linda! :S
Deve ser de partir o coração...!

bellsblog said...

É muito triste...

'C. said...

http://momentosescritospormim.blogspot.com/2009/04/parabens-avo.html

gatafunha said...

As Avós vão ser sempre as portadoras de carinho, de brincadeiras especiais de um eterno e enorme amor, de um olhar para as/os netas/os com ares de profunda admiração pelo feito alcançado...

Todos os dias me lembro das minhas Avós, à Vó Gui-materna- disse-lhe poucas vezes o quanto a amei e o quanto a vou amar sempre e a falta que me faz doi, corroi, moi, faz-me sentir fraca e sózinha. A Vó Rora-paterna, completa 90 anos este ano, está mais lúcida do que eu própria e será sempre a pessoa que mais força e vontade de viver tem.

O melhor de se ter avós? Ser neta/neto :))))))))))))

coisas minhas said...

oh =)

formiga said...

A minha avó também tem alzeimer. Mas já não fala. sempre nos reconheceu. Mas fazia coisas como se fosse ua criança, ou dizia que tinha homens mortos escondidos no quintal. Agora está acamada. Está num lar de contravontade, dela e nossa. Só os dois filhos mais velhos é que foram de acordo de a por lá. Mas como infelizmente não foi a vontade da minha avó que prevaleceu, acabou por lá ir parar.

beijinhos