Sunday, 2 January 2011

Eat Pray Love

Vi Eat Pray Love por curiosidade pois ouvi muita gente falar do filme e do livro. Não li o livro, e adormeci duas vezes a ver o filme... Não achei mau, mas também não achei extraordinário.

20 comments:

Diana said...

Nunca vi o filme nem nunca li o livro... Mas a Julia Roberts é minha actriz favorita.. (;
Tenho alguma curiosidade em ver.

Girl in the Clouds said...

Eu gostei do filme e adorei o livro!!
Bom ano, um 2011 com tudo de bom!! Beijinhos

Jóh said...

eu li o livro, adorei. mas ainda não vi o filme por causa disso... das críticas que tenho ouvido.

Sea said...

É muito feio dizer que vou já sacar para ver logo que possa? :P

Simples e Elegante said...

Eu adorei :)

Sissamar said...

Tb não achei nada de extraordinário! Um bocadinho seca até!

Marta said...

Gostei do filme!

Feliz 2011.
Que o ano te traga tudo de bom.
Beijos

Cora said...

Pois eu amei de paixão!
Julia Roberts é a atriz que mais adoro assistir, portanto já foi meio caminho...a história é belissíma.
Uma mulher cheia de dúvidas e incertezas como tantas vezes temos...estamos acostumadas com filmes com princesa e princípe e isso é difícil...bem é apenas o meu lado da história!
todos tem direito de não gostar!*)


Bj, Cora.

ADEK said...

O trailer não me atraiu nada, por isso ainda não vi:X

Bomboca do Amor said...

Na minha franca opinião, acho que ficou muito longe daquilo que esperava, e olha que li o livro e também não achei nada de fantástico!
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

MS said...

Bem, posso dizer-te que partilho a tua opiniao em relacao ao filme!

Tambem adormeci, que secaaaaaa!

Beijinhos*

MS said...

Bem, posso dizer-te que partilho a tua opiniao em relacao ao filme!

Tambem adormeci, que secaaaaaa!

Beijinhos*

Sofia said...

Lê o livro, é 1250x melhor!
Beijinhos, boa semana,
Sofia

Sarokas said...

tenho ouvido falar muito nele, mas ainda não vi!tenho de tratar disso!
bom ano!

Anna said...

Por acaso gostei bastante do filme, de tal forma que acabei por ir comprar o livro. Acho que o que o argumento tem de especial é a mensagem implícita da auto-superação e da procura daquilo que nos possa preencher, em vez de ir afundando na espiral de rotina e resignação de um quotidiano que não nos satifaz... Nesse sentido, acho que ganha pontos em qualidade!

Mary said...

Li o livro e vi o filme e sem dúvida que vence o livro, é muito mais pormenorizado que o filme, a nossa imaginação vai muito mais além com as descrições do livro do que aquilo que depois vemos na tela, para mim o filme foi a profunda desilusão.

Nokas* said...

Não li o livro e ainda não vi o filme, mas estou muito curiosa pelo que fui ouvindo. Vamos ver se brevemente o vejo!

Julie said...

Não li o livro mas vi o filme. Não adormeci por sorte, e sinceramente, esperava melhor.

Julie said...

Não li o livro mas vi o filme. Não adormeci por sorte, e sinceramente, esperava melhor.

António Branco said...

não achei nada de extraordinário. mas a minha mulher adorou.